quarta-feira, 19 de maio de 2010

Estrela de Oswald

Vc profissional, com anos de carreira na profissão ou simplesmente recém cursado ou assistente, já se perguntou sobre a segurança em saber como e porquê neutralizar um determinado reflexo indesejado?... O uso da Estrela de Oswald que todos conhecemos mas que pouca importância damos...

Na realidade, neutralizar cor é como uma equação matemática... sim, eu sei que para ser cabeleireiro ou simplesmente colorista especializado, não precisa forçosamente ser um ás da matemática, mas... precisa seguramente dominar algumas regras básicas.
Vejamos: sabemos que neutralizar cor é colocar uma outra cor que nos dê um resultado neutro. A esse resultado neutro, chamaremos sempre de marron.
O marron, na area da colorimetria capilar, não é apenas aquele tom que encontramos muitas vezes com esse nome nas mais diversas cartelas de cor de variadíssimas marcas. Marrom é o resultado de uma proporção equilibrada dos tons fundamentais, azul, vermelho e amarelo.
Assim, sempre que tenhamos que neutralizar um determinado reflexo, apenas teremos que buscar a ou as cores adicionais que faltam para completar as três cores primárias. Tão simples quanto isso!!
Sabendo que pode gerar alguma confusão apenas lendo o que escrevi, aqui vão dois ou três exemplos práticos, explicados detalhadamente:
1 Ex. - Imagine que sua cliente tem o cabelo com uma cor de base 7, colorido e com reflexo acobreado (resultado do desgaste da própria cor cosmética, aparecendo por isso o reflexo do fundo de clareamento, que é laranja a nível 7)... essa cliente, detesta esse reflexo laranja! Então o que fazer?
Sabendo que o laranja é uma cor secundária resultado da soma das duas cores primárias vermelho e amarelo, apenas teremos que recorrer à única cor que falta para completar o ciclo das 3 cores primárias, isto é, o azul. É importante nesta fase, saber que a cor azul está como evidência na gama de cores cinza das cartelas de cor.
2 Ex. - Após a realização de umas mechas ou luzes com descolorante, verificamos após a lavagem que as mesmas se encontram ainda com um resíduo de amarelo que compromete o nosso trabalho estético e a beleza do resultado final. O que fazer?
Lógico que o ideal nessa hora é tonalizar os fios com um determinado reflexo que neutralize esse amarelo inconveniente. A maioria dos cabeleireiros, pela experiência vivida ao longo de anos por esse mundo fora, usa insistentemente o reflexo cinza como solução. Relembro que as tonalidades cinzas que compõem as cartelas todas por esse mundo fora, têm como predominante os pigmentos azul e verde.
Então, se somarmos ao amarelo das luzes uma cor rica em azul, o resultado é um cabelo com a cor esverdiada, o que normalmente chamamos de "chumbado".
Como solução correta, teremos que seguir o mesmo princípio explicado anteriormente. Se temos um cabelo amarelo, teremos que usar um reflexo que contenha vermelho e azul para encontrar o ponto de equilíbrio a que chamamos marrom. Só nos falta saber que a soma de vermelho com azul é o violeta. Daí que, concluindo, teremos que usar um tom da mesma altura de base das luzes mas que tenha predominância de violeta na sua composição (normalmente são os tons 7, 8 ou 9 irisados, nacarados, pratas ou pérolas, conforme a nomenclatura dada pelas diversas marcas).

Espero poder ajudar com este simples texto para o sucesso de muitos trabalhos de vcs.
Este é um conteúdo que debato muito nos meus cursos de colorimetria, com didáticas teórico práticas bem simplificadas e de fácil compreensão, para que a nossa classe profissional evolua sempre mais e mais, não em quantidade mas sim em qualidade.

12 comentários:

  1. Muito bom!! vou recomendar às minhas amigas e amigos cabeleireiros. Estou começando agora na profissão e estou fazendo do seu blog minha página de estudos. Obrigada!! Abraços!!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a mini aula,pena que e so isso ficou com gosto de quero mais

    ResponderExcluir
  3. OLÁ,GOSTARIA QUE VC DESSE MAIS DICAS COMO ESSA,POIS EU ACHO COLORIMETRIA MUITO COMPLICADO,A SUA EXPLICAÇÃO FOI BEM LEGAL!!ABRAÇOS,LIA.

    ResponderExcluir
  4. gostei poderia ir mais alem?

    ResponderExcluir
  5. Muito Bom! Obrigada.

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua aula simples pratica...
    Parabéns..Cristina PA.

    ResponderExcluir
  7. ola, bom dia! vc sabe me responer quem foi o criador da estrela de Oswald, pq ja procurei em muitos artigos, encontro Newton, Aristoteles e outros grandes nomes de estudiosos da cor, porém não encontro nada que indique de onde surgiu a estrala de Oswald, até encontrei um site que fala do alemão Oswald, mas não encontrei nenhuma referencia de q o mesmo é inventor da estrela da cor. O mais poximo que encontrei foi Ewald Hering. Se vc puder me ajudar. Obrigadaaa

    ResponderExcluir
  8. OI boa noite! vc pode explicar como surgiu essa ESTRELA DE OSWALD –

    ResponderExcluir
  9. Olá eu preciso saber quem foi Oswald o criador da estrela e sua historia como foi que ele inventou.

    ResponderExcluir
  10. POXA, NINGUEM RESPONDE QUEM FOI ESSE OSWALDO OU O CRIADOR DA ESTRELA DE OSWALD, AFFFF

    ResponderExcluir
  11. POXA, NINGUEM RESPONDE QUEM FOI ESSE OSWALDO OU O CRIADOR DA ESTRELA DE OSWALD, AFFFF

    ResponderExcluir
  12. Rapaz, eu também já pesquisei mas acredito que nem os profissionais que usam sabem quem foi o Oswald criador da Estrela.

    ResponderExcluir